terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

AS MEMÓRIAS DO HULA HOOP_FEV11



VALE TUDO?
Pois aqui vai: vendo a criatura (a Natureza) e do que resta da memória, as duas rodas – estas, não ajudavam a caminhar. Os aros colaboravam apenas nos movimentos circulares do esqueleto - eis o “hula hoop”…
Para os exercícios das aulas de ginásticas executaram os aros em fibra de bambu e posteriormente em material sintético. Contorcionistas, esses instrumentos apareceram coloridos e feitos de vistosas decorações entre os quais adornos de substâncias brilhantes. Se bem que por pouco tempo, foram outrora protegidos pelas patentes da respectiva indústria. Marcam uma história quer pelo seu fabrico (história do brinquedo) quer pelo valor lúdico de temporada em que também com a música pop dos anos 50 acompanhava o ritmo da dança. Delimitaram uma época de frenesim (para os humanos, evidentemente).
Quanto ao resto da imagem é apenas questão de momentânea boa disposição.

ESTA IMAGEM FOI A RESPOSTA AO CHALLENGE XXXIX_AS DUAS RODAS DA USKP, DE FEV11.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Olá Zeta
    Nao achei o seu mail por isso procurei-a e descobri-a aqui, neste bonito Blog :-)
    Muito agradecida mas entretanto já consegui lá ir ver a Exposiçºão nas Belas-Artes...interactibamente...eheheheh...tive a ver em video :-)

    ps- Nao sei a que se refere de parecer-me que eu estava 'aborrecida' :-(

    Obrigada na mesma
    Até breve :-)
    Maria Lopes
    marialopes07@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Cara colega, obrigada pela resposta.
    Assim vamo-nos conhecendo.
    Agradeço imenso a sua opinião, aliás muito bemvinda, sobre este blog. Devo acrescentar que estou com vontade de melhorá-lo, aguardando sempre uma próxima oportunidade... Também gostei do seu.
    Até à próxima,
    Zeta

    ResponderExcluir